Área do Cliente

Utilize este formulário para acessar a ferramenta
cadastrar/editar produtos e informações da empresa

Para acessar sua conta, utilize uma das opções ao lado.

Caso ainda não tenha uma conta em nosso site,
cadastre-se aqui ou entre em contato conosco.

Login - Administrador

Digite o usuário principal
O usuário automáticamente é autenticado junto a ACIPI - Piracicaba.
Digite a senha cadastrada na ferramenta
A Senha é fornecida por email pela ACIPI - Piracicaba.

Visual Merchandising em foco Piracicaba - SP -16/11/2015

Fonte: Revista ACIPI - edição 124 / novembro 2015

 

O fim de ano se aproxima e com ele a expectativa sobre como será o consumo no período mais importante para o comércio varejista. Em tempos de instabilidade econômica, o aspecto da empresa pode ser um aliado dos empresários para manter as vendas aquecidas.

 

Entre os detalhes que compõe o visual merchandising – estratégia de varejo que trabalha o ambiente do ponto de venda, criando identidade e personalidade por meio do design e da disposição dos produtos – a especialista em administração, marketing, negócio de moda e designer, Maria Amélia Anibal Claus, destaca que a vitrine ocupa papel fundamental nessa composição e pode ser a “porta de entrada para aquilo que o cliente vai encontrar no interior da loja”.

 

A especialista fala que o cliente precisa enxergar as mercadorias. “Todos os produtos precisam estar expostos na loja de forma harmônica e visíveis para o cliente, distribuídos por cores, gêneros e tamanhos. Isso facilita para o cliente enxergar o produto que ele deseja comprar”, explica.

 

Outro fator destacado e que faz diferença nas transações comerciais é o vendedor conhecer o produto e oferecer um bom atendimento. De acordo com Maria Amélia, o atendimento é fundamental tanto para a venda quanto para o pós-venda. E para as empresas que nunca aplicaram técnicas de visual merchandising e vitrinismo, a especialista garante que é possível transformar o ambiente da loja em algo atrativo e agradável com pouco investimento. “Hoje falamos muito sobre sustentabilidade e podemos utilizar esse conceito aplicando materiais recicláveis na decoração, por exemplo. Não é necessário gastar muito. Posso definir um tema e trabalhar em cima dele com esses materiais. Lembrando que as araras devem estar sempre bem-arrumadas, assim como as prateleiras. O interior todo da loja precisa estar organizado. Sempre recomendo que, primeiro, seja feita uma avaliação daquilo que o empresário dispõe de recursos materiais na loja para, depois, avaliar se precisa comprar algo”, destaca.

 

Equívocos também podem ocorrer nesse processo, por isso, a especialista dá algumas dicas especialmente para ambientes pequenos: “Evite poluir os ambientes, principalmente a vitrine. Nesse quesito, cabe a máxima de que menos é mais. A mensagem que a vitrine da loja vai passar é daquilo que ela possui no ambiente interno, por isso, a dica é pra que não coloque muita coisa na vitrine”.

 

Caso de sucesso A loja de departamentos Zara é citada por Maria Amélia como um exemplo a ser seguido no quesito visual merchandising. Segundo ela, a rede não investe em propaganda e faz da disposição de seus produtos o principal chamariz para as vendas. “A Zara é um exemplo de caso de sucesso por causa da maneira com que trabalha o visual merchandising em suas lojas. Não fazem nenhum tipo de publicidade, pois a própria disposição de seus produtos no interior da loja são a propaganda. Eles conquistam os clientes pelos detalhes como, por exemplo, trilha sonora e o marketing sensorial”, conta.

 

Decoração natalina

Para o Natal, Maria Amélia orienta os lojistas a decorarem seus estabelecimentos a partir da segunda quinzena de novembro para que os clientes não fiquem saturados com uma decoração antecipada. “A dica é diversificar na decoração, sem excesso dos mesmos personagens natalinos. Não dá pra ter uma loja decorada só com o Papai Noel, por exemplo, mas posso variar com bolas e guirlandas. Quando o lojista for realizar a decoração é importante lembrar que logo vêm o Ano Novo e, pensando nisso, ele pode fazer uma decoração de Natal que seja reaproveitada. É uma forma de economia, considerando que as festas são muito próximas”, finaliza.

 

Confira algumas dicas do Sebrae-SP que também podem ajudar a sua loja (inovaloja.sebraesp.com.br):

1. Na vitrine, procure mostrar exemplos de todos os produtos que comercializa de maneira harmônica

2. Avalie a fachada também nos momentos em que loja fica fechada. Muitos clientes potenciais podem passar pela loja nesses períodos

3. Lojas iluminadas aumentam o potencial de vendas em até 40%

4. As pessoas normalmente caminham para a direita da loja ao entrar, ou seja, esse será o lado mais valorizado. Explore isso.

5. Produtos e embalagens devem estar sempre em boas condições e bem iluminados

6. Se optar por sistema de climatização, observe o ruído gerado por ele, cuidando para não atrapalhar os clientes.

[23/08/2017] - Karnal aponta necessidade de ação para driblar crise

[23/08/2017] - Nêumanne: ‘Piracicaba é um exemplo de empreendedorismo’

[21/08/2017] - Liquida Pira estimula descontos no comércio

[17/08/2017] - Funseg: Encontro reúne entidades e forças de segurança

[14/08/2017] - ICV-P tem variação negativa de 2,67%, em julho

[10/08/2017] - 53,3% dos consumidores vai presentear no Dia dos Pais

[27/07/2017] - Piracicaba 250 anos: ACIPI promove passeio ciclístico

[27/07/2017] - 90º Encontro da Mulher Empresária: inscrições

[26/07/2017] - CONCURSO FOTOGRÁFICO: selecionados!

[21/07/2017] - Promoção de Dia dos Pais sorteia 45 prêmios

Política da Qualidade
“A ACIPI – Associação Comercial e Industrial de Piracicaba, compromete-se em:
- promover o fortalecimento do comércio, indústria e serviços;
- representar os interesses da classe e das partes interessadas;
- atingir os objetivos da entidade, com base no direcionamento estratégico;
- buscar a satisfação e o desenvolvimento dos associados, fornecendo conhecimento e tecnologia;
- melhorar continuamente nossos produtos e serviços, por meio do aperfeiçoamento dos colaboradores, processos e do sistema de gestão da qualidade”.

Escopo da Certificação
Representação dos associados, incentivo ao desenvolvimento na prestação de serviços, por meio da realização de cursos, palestras, treinamentos, gestão de crédito, locação de salas e auditório, convênios na área de saúde, educação e financeira, assessoria empresarial, programa de benefícios e eventos empresariais de interesse coletivo dos associados.

http://www.sgs.com/certifiedclients
desenvolvido pela TBrWeb