27/03/2020

Acipi cria conteúdos digitais para orientar empresas e trabalhadores

A Acipi esclarece dúvidas das empresas e dos trabalhadores sobre como eles devem agir diante da pandemia mundial de coronavírus (COVID-19).

 

A entidade está atenta aos questionamentos e se propõe a orientar e dar suporte a todos neste momento.

 

De forma não presencial, uma equipe da Acipi atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h:

 

 

Além disso, a entidade mantém um canal aberto de comunicação por meio das mídias digitais, incluindo a publicação de vídeos na plataforma YouTube, Instagram e Facebook, com a participação de profissionais para orientar a gestão das empresas.

 

Todos eles já estão disponíveis para visualização nos usuários Acipi Piracicaba e @acipipiracicaba.

 

Orientações da Acipi

 

Uma das orientações da Acipi para o enfrentamento dessa crise, segundo o presidente Luiz Carlos Furtuoso, é fazer uma reflexão e avaliação do cenário, organizar as finanças e negociar com os credores para postergar os vencimentos.

 

"Priorize determinados pagamentos, como o salário dos funcionários, para que eles possam honrar com seus compromissos. Quanto mais todos contribuírem, menor vai ser o impacto na economia", disse.

 

O presidente informa, ainda, que os setores podem trabalhar home office e todos eles estão autorizados a fazer entregas.

 

"Esse sistema não tem contato direto com o cliente. Aqueles que não estão fazendo podem começar a trabalhar desta forma. Cada um tem a sua realidade. A empresa pode optar, também, por compensação de banco de horas, antecipação de férias. Temos que nos organizar para continuar trabalhando e gerando empregos", acrescentou.

 

A Associação também está em contato constante com o Poder Público municipal para levantar as necessidades dos empreendedores e acompanha de perto o prosseguimento das ações para tomada de decisões.

 

“Estamos atentos às medidas anunciadas e àquilo que, como entidade de classe, temos para dar suporte à classe empresarial nesse momento. Temos um comitê gestor de crise e estamos anunciando os próximos passos, à medida das decisões”, conclui Furtuoso.